Quarta-feira, 6 de Julho de 2005

8 DE JULHO – DIA DA CIDADE

dia-de-luto-nacional4B.JPG


 É assim a cidade flaviense e particularmente o Jardim das Freiras, vista pelos olhos de João Batista, com muito “engenho e muita arte”, na Pag. 2 do suplemento Publicitário, publicado este fim-de-semana:



“A praça General Silveira [largo das Freiras], conceptualmente, é hoje aquilo que sempre foi, pelo menos no nome, uma praça, um espaço de convívio, onde as pessoas se juntam e onde têm os seus espectáculos, que é diferente de ser um jardim. O argumento utilizado por muitos de que, agora, existem menos espaços verdes na cidade, é enganador”.



Olhe que não João Batista... Olhe que não. O espaço que menciona, é conhecido pela população e tradição Flaviense como “JARDIM das Freiras” e não como pretende fazer crer “largo das Freiras”. JARDIM.


NÃO “é hoje aquilo que sempre foi”. NUNCA foi uma “Pedreira”.


Foi monte e, depois, desde 1930 um espaço mais o menos Ajardinado. O seu argumento é que é enganador.



Se não fosse um bastardo – [filho ilegítimo Flaviense] – não diria tais bacoradas, nem destruiria o nosso – [dos filhos legítimos Flavienses] – Jardim das Freiras. Património cultural da cidade de Chaves.



O argumento utilizado por muitos de que, agora, existem menos espaços verdes na cidade, é enganador”. Olhe que sim João Batista... Olhe que sim.


Deixaram de existir:


Jardim das Freiras, Largo do Arrabalde, Rua 25 de Abril. Diminuíram na envolvente do Balneário das Termas e Jardim do Tabolado. Não é enganador.


Em troca foi-nos dado o “Lameiro” da envolvente do Forte de S. Francisco.



Quanto a analise Fotográfica de dito suplemento.



1.ª Foto: como dizem os Provérbios Populares: Mente bem quem de longe vem. Deus dá o bigode a uns e a vergonha a outros.



2.ª Foto: Legenda: “ A nova Biblioteca Municipal será uma das mais modernas de torra a região”.


Aqui tem toda a razão ao empregar a palavra “torra” – [acto ou efeito de torrar; tostar; assar ] .


“ A nova Biblioteca Municipal” estará na Praça “da Pedreira”, mais “torra” da cidade, o ex-Jardim das Freiras.



3.º Foto: a rua do Tabolado, ainda não esta pronta. Encontra-se em obras, há mais de um ano, sem fim a vista. Foi tirada do lado mais atractivo, depois de lavarem a rua.


Na maioria dos dias esta com o Trânsito cortado ou condicionado e cheia de pó ou lama.



4.º Foto: igualmente, a rua 25 de Abril, não esta pronta. Aqui o trânsito esta cortado há cerca de dois anos!



Aconselho o prestigiador João Batista a “não atirar as pedras e esconder a mão”, assim como a marcar, com urgência, uma consulta de Oftalmológica – Optometria, na “Óptica” que curiosamente, ou talvez não, tem um anúncio, no rodapé da dita pagina.

publicado por Flaviense às 14:41
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De castigador a 6 de Julho de 2005 às 20:51
Tens toda a razão, o melhor era não ter sido feito nada. Mais serve a cidade colocar a trabalhar uns jovens do que "torrar" notas a embelezar a cidade. É como dar perolas a porcos.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2005

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Imagem do Dia

. «Gente sem escrúpulos»

. Imagem do Fim-de-Semana

. A DESAVENÇA

. O Póster do Día

. FALACIOSO IV

. O POSTER DA SEMANA

. HERESIA

. Exorcismo

. O POSTER DO DIA

.arquivos

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds